11 de nov de 2010

Me preocupo com você.

Desde que eu me lembre tem sido dezembro . Sem sol, sem verão para considerar valioso. Nós não crescemos. E cada vez que eles nos disseram para nos rendermos, nós teríamos que nos agarrar eternamente ao que conhecíamos .
Amante corrompido, sim foi nisso que eu te transformei , acreditou que eu seria aquela que iria te curar, e se você sair agora por aquela porta não vou dizer que você está errado, mais saibas que vou me preocupar com você !
Desde que se lembra , ele queria mais ninguém lá para protege-lo .
Sozinho , então ele me disse que eu era o seu centro, nada poderia seduzi-lo.

Não é ruim, você tem sido uma boa vítima , você achou que valeria a pena, você agia como se eu fosse ouvi-lo .

E talvez você estava certo em um ponto um dia eu costumava ver você tratar as ruas como uma pista,eu costumava escrever com lágrimas em seu lindo rosto pintado.
Língua de sinais em sua volta desde o primeiro sabor,então, quando ela sussurra em seu ouvido e você pensa em mim!Você gostaria que eu tivesse te tratado como você me tratou.Quando você acorda dos seus sonhos no corredor, sonâmbulo pelas ruas vestido todo de cinza . Postes piscando na vidraça da janela, eu me preocupei desde o segundo que eu aprendi o seu nome !
Tudo no amor é luz.Mas onde eu estava ontem à noite?E por que você não se sentiu bem?

Nenhum comentário:

Postar um comentário