3 de dez de 2010

Avenida Oceano

Há um lugar na "Avenida Oceano" onde eu costumava sentar e conversar com você.Nós dois tínhamos 16 anos e isto parecia certo.Dormíamos o dia todo, ficávamos acordados a noite toda. Há um lugar na esquina da "Rua Cereja" onde caminhávamos na praia descalços.Nós dois tínhamos 18 anos e isto parecia certo,dormíamos o dia todo, ficávamos acordados a noite toda. Se eu pudesse te encontrar agora as coisas ficariam melhores.Nós poderíamos deixar esta cidade e fugir para sempre!Deixe que as suas ondas quebrem em mim e me levem embora ! Há uma peça sua que está aqui comigo.Está onde quer que eu vá, está em tudo que vejo.Enquanto durmo, eu sonho e isto me faz pensar que eu posso acreditar que você está aqui esta noite !
Eu lembro do olhar em seus olhos,quando eu te contei que aquilo era um adeus você me implorou: não esta noite,não aqui, não agora!Estávamos olhando para o mesmo céu e ainda fingíamos que o sol não nasceria.Ficamos juntos mais uma noite em algum lugar, de alguma forma.


Eu sei que em algum lugar, de algum jeito nós ficaremos juntos

Um comentário: